• AutoMotori

Nissan Kicks ganha seu primeiro face-lift e upgrade de tecnologia

Lançado em 2016, crossover da Nissan fica igual ao modelo vendido lá fora

Lançado durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016, o crossover Nissan Kicks passa por atualização e fica igual ao modelo vendido lá fora. Produzido no Complexo Industrial da Nissan em Resende (RJ), o Kicks é o modelo de maior sucesso da marca no Brasil.


Além do visual renovado, que deixou o Kicks mais bonito e agressivo, a nova versão, que começa a chegar na segunda quinzena deste mês à rede de concessionários da marca, manteve os mesmos preços da linha 2020.


"Cara nova"


As principais mudanças desta primeira renovação do modelo se concentram principalmente na dianteira. A grade cresceu e ganhou novo contorno. Os faróis ficaram mais afilados e agora usam lâmpadas em LED.




Na traseira, as lanternas, também em LED, agora são ligadas por uma peça única que se estende por toda a tampa e é interrompida apenas pelo logotipo da Nissan no centro do porta-malas. Esse recurso estético adiciona uma marcante linha horizontal que enfatiza a ampla estrutura traseira. Como na frente, o novo para-choque traseiro dá uma sensação de mais volume.


Espaço caprichado


O modelo manteve a característica de oferecer um generoso espaço interno mas traz algumas novidades como o painel digital, com tela TFT (Thin Film Transitor) de sete polegadas que substitui os instrumentos analógicos da versão anterior. Ele traz mostradores configuráveis e está disponível a partir da versão intermediária batizada agora de Advance. O painel digital de instrumentos oferece 12 funcionalidades que auxiliam com informações sobre os equipamentos e de segurança.

CONFIRA ABAIXO O VÍDEO COM TODOS OS DETALHES DO NOVO KICKS

No sistema estão informações relacionadas à condução como os Alertas de Colisão Frontal com Assistente Inteligente de Frenagem (FCW/FEB), do Detector de Objetos em Movimento (MOD), do Monitoramento de Ponto Cego (BSW), do sensor de estacionamento, do afivelamento dos cintos dianteiros e traseiros e de outras configurações do veículo. As telas também mostram informações do conta-giros (tacômetro), temperatura externa, áudio e do telefone que estiver conectado.


Dois recursos tecnológicos de conforto são destaques: o sistema multimídia com tela de oito polegadas e o sistema de som premium da Bose, que inclui dois alto-falantes no apoio de cabeça do motorista. Desenvolvido em conjunto com a Bose, o sistema de áudio proporciona um som potente e equilibrado com a ajuda de oito alto-falantes de alta performance (dois deles são tweeters) e um amplificador digital. O segredo para oferecer essa experiência de som envolvente são os dois alto-falantes Bose UltraNearfield™ de 2,5 polegadas que ficam localizados dentro do encosto de cabeça do banco do motorista.


Mecânica Confiável


Apesar da repaginada no visual, o Kicks mantém o mesmo conjunto de motor e câmbio da versão anterior.


O motor HR16DE de 1,6 litro e 16 válvulas, com 114 cavalos de potência a 5.600 rpm e torque de 15,5 kgfm a 4.000 rpm, conta com controle de abertura das válvulas continuamente variável (CVVTCS). Ele trabalha em perfeita sintonia com a transmissão XTRONIC CVT® com D-Step (que simula a troca de marchas) e modo Sport proporciona melhor performance mesmo em rotações mais baixas, além de baixo consumo e, consequentemente, menores emissões.


Versões e Preços


Como dissemos no início da matéria, a Nissan decidiu, por tempo limitado, manter os preços da linha anterior. O que muda agora é a nomenclatura das versões, que passam a ser as seguintes:


· Nissan Kicks Sense, com câmbio manual : R$ 90.390

· Nissan Kicks Sense com transmissão CVT : R$ 98.390

· Nissan Kicks Advance CVT : R$ 106.390

· Nissan Kicks Exclusive CVT : R$ 116.390


©Joaquim Rimoli | AutoMotori 2021





8 visualizações0 comentário